Lana Del Rey fala sobre possível parceria com Miles Kane em entrevista à BBC Radio 2

por / sábado, 25 fevereiro 2017 / Publicado emEntrevistas

Miles Kane

Por telefone, Lana Del Rey falou com Jo Wiley, DJ da BBC Radio 2, e revelou estar trabalhando em uma “surpresa” com o cantor britânico Miles Kane – um dos vocalistas da banda The Last  Shadow Puppets junto de Alex Turner, do Arctic Monkeys.

Elas também falaram sobre o BRIT Awards e sobre o novo álbum de Lana, ainda sem data de lançamento. Confira a tradução a seguir.


Jo: Eu estou honrada de tê-la no telefone agora conosco. Como você está?
Lana: Eu estou bem. Quanto tempo!

Realmente, quanto tempo. Bastante tempo, é muito bom ter você de volta. A música é linda, o clipe é maravilhoso igualmente. Nos diga onde vocês está e o que consegue ver no momento.
E estou em LA, num local de ensaio. Eu meio que estou olhando pela persiana, está chovendo de novo. Tudo está bem por aqui.

Isso é bom, nos diga por você está em um local de ensaio. O que você está fazendo aí?
Na verdade, eu estou fazendo algo diferente para o meu álbum, trabalhando em algo novo só por diversão. Às vezes eu venho para cá só para cantar.

Eu estou meio intrigada com o que você faz só por diversão. É com algum outro artista ou você está escrevendo algo só para si?
É com outro artista, sim.

E quem é esse artista?
Ele está na sala ao lado, na verdade.

Miles Kane, vocalista do The Last Shadow Puppets

Ah, ele está?
Miles, Miles… Você quer dizer “oi” para Jo?

Quem é? Miles…?
Kane.

Miles Kane! Meu Deus! Que legal, diga “oi” para ele por mim.
Miles: Olá Jo Wiley.

Olá Miles Kane, como você está? Eu não estava esperando falar com você. O que vocês estão fazendo juntos?
Miles: Só tomando um café.

Legal.
Nós andamos escrevendo algumas coisas juntos, o que tem ido bem.

Isso é para o Last Shadow Puppets?
Não, é para outra coisa que nós estamos fazendo.

Certo.
Vai ser uma surpresa, isso é tão divertido.

Me diga uma coisa agora, as calças dele são muito apertadas? Porque a última vez que eu o vi as calças dele eram obscenamente apertadas.
As calças dele estão bem apertadas agora. […] (risos)

Ok, vamos avançar a conversa. Nós estávamos falando sobre o Brit’s hoje no programa e eu lembrei da última vez que te vi no Brit’s. Você havia ganhado o “Artista Feminina Solo Internacional” em 2013. Você ganhou o “Artista Revelação Internacional” em 2012. Eu queria dar uma ideia para as pessoas sobre como é estar no BRIT’s. Como foi se preparar? Sua preparação para o evento, você tem que ir pro tapete vermelho, você tem que estar “pronta para a luta”, por assim dizer. O que você faz?
Você tem que ter um vestido, uma roupa que você ame. Eu acho que me lembro em 2013, eu não sabia se eu deveria vestir algo grandioso, muito extravagante ou não. Eu acabei não fazendo isso e no final me arrependi. Eu não sei… Ter sempre alguém para te ajudar com seu cabelo e maquiagem. E torcer para você ter alguns amigos no evento. Eu só lembro de estar tão nervosa.

Por quê? Por que você estava nervosa?
Eu não pude acreditar que tinha sido indicada.

Você estava bem sobrecarregada. Eu lembro.
Eu estava bem sobrecarregada mesmo. Eu estava pensando em quanto tempo eu estive morando em Londres, talvez dois anos. Mas, quer dizer, todos sempre falavam do Brit’s, todo ano. Então, quando eu fui nomeada, eu não pude acreditar.

Quantos vestidos você costuma experimentar para premiação? Porque, como você disse, você se arrepende disso em relação a algum vestido.
Eu acho que esse foi o problema. Naquele dia, eu escolhi aquele vestido pela manhã. Eu acho que eu deveria ter pensado mais sobre isso.

Lana Del Rey no BRIT Awards 2013

Qual foi o vestido? Você consegue se lembrar como ele era?
Eu acho que foi um preto simples como um shift dress.

Eu tenho uma foto sua na minha frente agora, é um vestido curto.
Sim!

Você leva uma bolsa de mão? Quais são as coisas essenciais que você carrega consigo quando você vai ao BRIT’s?
Batom, espelho, cartões, celular… provavelmente coisas do meu empresário também. Eu sempre faço ele carregar minha bolsa quando nós vamos ao tapete vermelho.

Coisa que ele ama!
Sim, ele ama!

O que passa pela sua cabeça quando você está de frente para as câmeras, quando você não é mais a simples Lana e está enfrentando todos esses flashes? Então, no que você pensa?
Hmm, eu acho que quando estou em Londres em um grande evento como esse eu estou mais animada que em qualquer outro lugar porque eu sinto que eu tenho uma história lá. Então, eu fico muito animada e nervosa. Mas é assim: às vezes quando eu tenho coisas grandes aqui na América, chega a ser engraçado como parece algo novo para mim aqui.

Você não está pensando quando você está lá em pé e estão tirando suas fotos: “Quanto tempo mais eu tenho que ficar aqui?” ou “Meu vestido está preso na minha calcinha?”, coisas do tipo?
Você só tem que pensar que se você decidir respirar e fazer uma cara estúpida essa vai ser a foto que vai pra todo lugar. Não faça isso!

Me diga sobre isso… Você disse que “os quatro primeiros álbuns eu fiz para mim, mas esse aqui é para os meus fãs e para onde eu espero que nós iremos”. O que você quer dizer com isso?
Eu os deixei esperando pelos últimos 15 meses e então inicialmente eu comecei a pensar que toda a estética teria uma sensação dos anos 50 ou 60, algo parecido com o som das Shangri-Las, ou o começo da carreira de Joan Baez. Mas com a situação política aflorada eu senti que precisa dar algo mais consciente no ponto de vista social, tudo foi nessa direção, então, por isso, o som ficou mais atualizado e eu senti que estava querendo partir para o lado mais jovem do público que eu tenho. Eu acho que é um pouco mais socialmente consciente, com um sentimento global.

Então, se você não se importar, quando voltar ao UK, poderia cantar para nós também.
Eu adoraria!

Eu adoraria te ver novamente. Muito obrigada Lana!
Obrigada por escolher a minha música como a da semana.

É um prazer imenso. Tome conta do Miles Kane para mim!
Ok!

Mande fotos das calças dele também. Oh não, não mande fotos não (risos).

Por Jo Wiley
Tradução por Cristine Sol e Marcela Schettini

Redação LDRA
Down on the west coast. They got a saying...
  • Eliéser

    Eles estão transando! Só não vê quem não quer…

TOPO