Put Me In… Fanfics | As 10 maiores lendas urbanas da carreira de Lana Del Rey

por / quarta-feira, 18 janeiro 2017 / Publicado emColunas, Put Me In

Lana Del Rey sempre presenteia seus fãs com lindas músicas, álbuns incríveis e clipes poéticos, mas às vezes a cantora se enrola um pouco com algumas promessas que faz aos fãs e elas se tornam “lendas”, pois nunca mais se ouve falar de novo nelas. Nesta edição da “Put Me In…”, falaremos um pouco sobre alguns boatos de que Lana nem foi culpada e de algumas ilusões que ela mesma criou.


10 – Live no Instagram

Começando com a história mais recente. No dia 7 deste mês, Lana fez uma transmissão ao vivo no Instagram que durou menos de 30 segundos e os fãs foram à loucura! Após muitos comentários em suas redes sociais, a cantora prometeu fazer uma nova live no dia 8, mas após horas de espera, ela se desculpou e disse que faria isso uma outra hora. #Chateados

 

 

9 – Clipes de Dark Paradise, Cola e Pretty When You Cry

Os três primeiros projetos de Lana Del Rey tiveram uma frustração por parte dos fãs: clipes anunciados por Lana e nunca lançados. Dark Paradise é o caso mais curioso dos 3, pois chegou a ser anunciado como single a ser trabalhado, teve sua divulgação nas rádios, mas o clipe mesmo nunca foi visto. Pretty When You Cry chegou a ganhar um teaser no Instagram da cantora. Lana, libera esses clipes!!!

 

 

8 – Art Deco Tour

Dessa vez, a culpa não foi de Lana. Em 2016, surgiu no setlist.fm (site em que fãs registram datas de turnês e listas de músicas executadas nos shows) uma suposta turnê mundial de Lana Del Rey para promover seu mais recente trabalho, o álbum Honeymoon. A cantora nunca chegou a mencionar algo assim, mas a notícia circulou em sites e blogs de cultura pop mesmo sem nenhuma informação oficial. O troll que fez isso deve estar rindo até hoje.

 

7 – Livro de James Franco

Ao longo dos últimos anos, James Franco e Lana Del Rey se aproximaram bastante (tanto que soubemos do roteiro do clipe de High By The Beach através do ator), e a amizade se fortaleceu a ponto de Franco querer lançar um livro sobre a cantora! O projeto foi anunciado para o ano passado, mas já estamos em 2017 e… nada.

Eu quis entrevistar Lana para um livro e ela disse, ‘Apenas escreva ao meu redor, é melhor se não forem minhas próprias palavras. É quase melhor se você não me entendesse exatamente, mas tentasse.‘”

“Lana passa muito tempo sozinha porque todos querem entrar” (em seu mundo)
“Lana vive em sua própria arte e quando ela volta à Terra para entrevistas, tudo se torna uma bagunça porque ela não é feita pra essa Terra.”
“Lana se tornou minha amiga. Ela é uma musicista que é uma poeta e uma videoartista.”

 

6 – Relançamento do Ultraviolence

Um mês após o lançamento do seu álbum Ultraviolence, Lana Del Rey concedeu entrevistas e deu a entender que relançaria o álbum. Ela tinha em mente um projeto com o nome “Music To Watch Boys To“, que como todos sabemos, é uma das músicas de seu mais recente trabalho, Honeymoon. O mistério já foi solucionado e podemos supor que Lana desenvolveu melhor a ideia e trabalhou melhor o conceito a ponto de lançar um álbum, mas o nome “Ultraviolet” também circulou bastante na época. Cansamos de ser Alice.

 

5 – Álbuns a cada 15 meses

Em uma recente entrevista à rádio Beats 1, Lana disse que poderia lançar álbuns de 15 em 15 meses! O Honeymoon completa 16 meses neste dia 18, mas o próximo álbum já parece estar próximo. A música “Young and in Love” já foi apontada como primeiro single e já circulam diversas informações sobre ela na internet, apesar de a cantora não ter se pronunciado ainda. Como o atraso será de poucos meses, a gente te perdoa dessa vez, viu Lana?

Eu faço o possível pra ter bastante tempo pra mim mesma, porque… Eu acho que é quando você toma essa decisão do tipo “okay, eu vou fazer álbuns a cada 15 meses”… Porque eu faço muita turnê também, eu tenho feito uma turnê todo ano pelos últimos 5 anos, sabe, ficando seis, oito meses na estrada. Mas há outros momentos em que, tipo… eu tenho vontade de não fazer nada! (risos)

 

4 – Lana comparecendo a eventos

Embora Lana vá a alguns eventos, não poderíamos perder a piada hahaha Em 2014, Lana concorria em duas categorias do Grammy (Best Pop Vocal Album com o Paradise e Best Song Written for Visual Media com Young and Beautiful), mas ela simplesmente NÃO. COMPARECEU. Inclusive saíram fotos dela fumando em Malibu no mesmo dia, confirmando que ela não iria.

Em 2016, porém, não houve motivos para reclamações uma vez que ela marcou presença em vários eventos e tirou fotos com muitos outros artistas.

 

3 – DVD dos shows no Hollywood Forever Cemetery

Um mistério que intriga os fãs até hoje… Em outubro de 2014, Lana Del Rey fez dois shows no icônico Hollywood Forever Cemetery. Não tivemos a oportunidade de comparecer ao evento, mas pelas fotos e vídeos, vimos que foi ESPETACULAR! E olha que eram gravações amadoras… Porém, todavia, contudo, entretanto, o show foi gravado com câmeras profissionais e foi anunciado um DVD das apresentações dirigido por Kevin Kerslake. Não preciso nem dizer que esse projeto nunca viu a luz do dia, não é mesmo? Mas fazer o quê… Acontece. Vida que segue.

 

2 – Voltar ao Brasil em 2015

Em 2013 o sonho de muitos fãs brasileiros se realizou com a vinda de Lana Del Rey para uma série de 3 shows no país. Foi lindo! A cantora se apresentou em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, e disse que não demoraria a voltar e que em no máximo 2 anos estaria aqui. Porque faz isso, Lana? </3

 

1 – Life Is Beautiful

A MAIOR LENDA URBANA QUE VOCÊ RESPEITA! Há dois anos começou um tormento que dura até hoje: a trilha sonora do filme The Age of Adaline. Lana Del Rey já lançou músicas para filmes e nunca decepcionou: Young and Beautiful, Big Eyes, I Can Fly e Once Up On a Dream são canções estupendamente lindas e, com o anúncio de Life Is Beautiful para a trilha do filme A Incrível História de Adaline, as expectativas dos fãs foram às alturas. Os trailers do filme começaram a ser divulgados e pudemos ouvir trechos da música, mas o tempo foi passando e… nada de lançarem o hino. Fãs lotaram os cinemas quando o filme estreou e se decepcionaram por não ouvir a música (eu me frustrei pois não acreditava que os créditos do filme tinham acabado e não ouvi a música uma única vez ao longo do longa). Após esse episódio, um fã que se encontrou com a cantora perguntou sobre a música e teve como resposta um “era só para o filme“, sem maiores esclarecimentos. Parece que a vida não é tão bonita assim pros fãs da Lana 🙁

Se você ainda tem esperanças de ouvir a música, assine o abaixo-assinado para ela ser lançada (SIM, OS FÃS FIZERAM ISSO HAHAHAHA)

Chegamos ao fim de mais uma Put Me In (que mesmo após um ano sem novas colunas, ainda não virou lenda) e espero que vocês tenham gostado da minha seleção de fatos que a gente gostaria que tivessem se tornado reais sobre a carreira da Lana. Faltou alguma coisa? Comenta aí!

Mateus Santana
Mineiro, escorpiano, estudante de engenharia. Não é muito bom com as letras (a não ser que elas estejam em uma equação), mas se arrisca a escrever algumas coisas bem-humoradas às vezes. Tradutor e redator do LDRA nas horas vagas
TOPO