Análise | “Yayo” – A paixão por um motoqueiro ou pelo que ele poderia lhe oferecer?

por / quinta-feira, 09 julho 2015 / Publicado emAnálises, Colunas

Imagem-do-Post

Quem gosta de Lana Del Rey e já procurou traduções de suas canções deve ter percebido o quanto elas fazem menções às drogas, por isso estamos aqui hoje: para discutirmos uma das músicas mais deliciosas da cantora, na qual é declarado seu amor por Yayo. Assim, pouco importa se Yayo está na voz de Lizzy Grant ou de Lana Del Rey. Seja na versão de Kill Kill, Lana Del Rey A.K.A Lizzy Grant ou Paradise. O que importa mesmo é a intensidade e a profundidade que essa música melancólica nos faz sentir. Não existem explicações ou teorias a respeito da canção, mas com o conhecimento que temos sobre a vida de Elizabeth Grant, e ao saber que essa canção foi composta e escolhida para compor seu primeiro EP Kill Kill, pode-se supor algumas questões. Além disso, a cantora ainda se dedicou à realização de um clipe de própria autoria para Yayo. Porém, não podemos iniciar uma análise sem antes entender a letra, então, vamos ver a tradução:

I like the snake on your tattoo
I like the ivy and the
Ink blue
Yayo, yes you
Yayo
You have to take me right now
From this dark trailer park
Life now
Yayo, how now
Yayo
Put me onto your black motorcycle
Fifty’s baby doll dress for my ‘I do”
It only take two hours to nevada
I wear your sparkle
You call me your mama
Let me put on a show for you daddy
Let me put on a show
Let me put on a show for you tiger
Ahhh-ah-ah
Let me put on a show
I need you like a baby
When I hold you
Like a druggy
Like I told you
Yayo, ayo
Yayo
Put me onto your black motorcycle
Fifty’s baby doll dress for my ‘I do”
It only take two hours to nevada
I wear your sparkle
You call me your mama
Let me put on a show for you daddy
Let me put on a show
Let me put on a show for you tiger
Ahhh-ah-ah
Let me put on a show
Hello heaven
You are a tunnel lined with yellow lights
On a dark nite
(Dark night)
Yayo
Yayo
Put me onto your black motorcycle
Fifty’s baby doll dress for my ‘I do”
It only take two hours to nevada
I wear your sparkle
You call me your mama
Let me put on a show for you daddy
Let me put on a show
Let me put on a show for you tiger
Let me put on a show

Eu gosto da serpente em sua tatuagem
Eu gosto da hera e da
Tinta azul
Cocaína, sim você
Cocaína
Você tem que me levar agora
Deste sombrio estacionamento de traileres
Vida agora
Cocaína, e agora?
Cocaína
Coloque-me em sua moto preta
Vestido de boneca estilo anos 50 para o meu “eu aceito”
São só duas horas até Nevada
Eu visto o seu brilho
Você me chama de sua mamãe
Deixe-me fazer um show para você, paizinho
Deixe-me fazer um show
Deixe-me fazer um show para você, tigrão
Ahhh-ah-ah
Deixe-me fazer um show
Eu preciso de você como um bebê
Quando eu te abraço
Como uma droga
Como eu te disse
Cocaína, olá
Cocaína
Coloque-me em sua moto preta
Vestido de boneca estilo anos 50 para o meu “eu aceito”
Só leva duas horas até Nevada
Eu visto o seu brilho
Você me chama sua mãe
Deixe-me fazer um show para você, paizinho
Deixe-me fazer um show
Deixe-me fazer um show para você, tigrão
Ahhh-ah-ah
Deixe-me fazer um show
Olá, Paraíso
Você é um túnel forrado com luzes amarelas
Em uma noite escura
(Noite escura)
Cocaína
Cocaína
Coloque-me em sua moto preta
Vestido de boneca estilo anos 50 para o meu “eu aceito”
Só leva duas horas até Nevada
Eu visto o seu brilho
Você me chama sua mãe
Deixe-me fazer um show para você, paizinho
Deixe-me fazer um show
Deixe-me fazer um show para você, tigrão
Deixe-me fazer um show

Enfim, vamos ao que interessa…

tumblr_ml01aaHLJc1s6jvbvo1_400

Essa música nos conta sobre Laninha ser stripper e o provável consumo de cocaína. Sim, ela pega pesado mesmo e canta desenfreadamente sobre yayo, que nada mais é, até então, do que uma gíria para cocaína em inglês, que vem do espanhol “lello“, forma pela qual a cocaína é chamada no filme Scarface, de Brian De Palma, local em que provavelmente viu a palavra pela primeira vez.. Além de fazer menção à droga, também designa um rapaz pelo qual é apaixonada e que, de tanto vender cocaína, é possivelmente reconhecido com o apelido de Yayo — ou seja, estamos diante de um bad boy feat. dealer (traficante). Você pode pensar: “Mas como ele sabe que o tal moço é um bad boy?”, e logo tirarei essa sua dúvida. Rs!

tumblr_n47i7cTb9o1speqk6o1_250Assim, logo nas primeiras estrofes da canção, Lana revela gostar da tatuagem de cobra em cor azul e chama por seu amado – “yayo, yes you” –, em seguida pede para ser levada do estacionamento sombrio em que vive num trailer. Aqui é nosso primeiro ponto de análise… Não sabemos ao certo quando essa música foi escrita, só sabemos que Lana a colocou em vários EPs, também há relatos de que a cantora morou em um trailer aos 18 anos de idade, período em que foi apaixonada pelo enigmático K. Com tais informações, podemos supor que Lana talvez tenha realmente vivido essa situação enquanto morava sozinha, ou tinha pelo menos vontade da realização desse sonho.

E, de repente, Lana nos dá uma pista sobre o tal Yayo. Descobre-se que o rapaz é um motoqueiro e que ela deseja ser colocada em sua moto com um vestido dos anos 50 para o – I do – dela, ou traduzindo: eu aceito. Fãs, Lizzy casa nessa música, isso mesmo, ela se casa com um tatuado, bad boy feat dealer, e isso é a cara dela, ainda mais com um vestido a la Marilyn Monroe dos anos 50 e um boy a la Elvis Presley. Gente… É tudo retrô, do jeito que nossa Lana mais gostaria na vida!

Ainda sobre o casamento, ela não quer casar em qualquer lugar, por isso pede para ser levada a Nevada, estado em que se localiza Las Vegas, cidade conhecida pelos rápidos casamentos. Lá eles se casariam, trocariam as alianças — I wear your sparkle — que provavelmente seriam brilhosas e de diamantes, porque Laninha não gosta de coisa pouco luxuosa, e ele poderia chamá-la de mama, enquanto se faria show para agradar seu mais novo marido – daddy. Não existem explicações se os usos dos pronomes em inglês são para retratar Esposa e Esposo ou para dar uma sensação futura de pais. O termo show também é ambíguo e pode estar se referindo a uma apresentação stripper ou um acontecimento que será lembrado para sempre. Não importa a dualidade das palavras, o que importa é a composição da letra de natureza sexual extrema que essa relação carrega entre um bad boy e uma stripper. Vale lembrar que em alguns momentos ela chama Yayo de Tiger, ou seja, tigre, o que nos remete a algo mais selvagem, mais wild, por isso tem-se a noção de que o rapaz é um bad boy.

anigif_enhanced-3800-1406910185-1

Esse casamento rende boas análises e esse fato parece ter referência em várias outras músicas como em Guns and Rose, na qual Lana diz: “I wasn’t the marrying kind/ I should have done it anyway/ We should have left Las Vegas” – Eu não era do tipo que se casava/ Mas deveria ter me casado mesmo assim/ Nós devíamos ter deixado Las Vegas. Nesse trecho Lana diz que deveria ter se casado, ou seja, o ato não aconteceu, se tomarmos como referência essas falas, o foi apenas desejados, mas não consumado. Aparentemente, também há menção desse período de stripper em outras canções, como Go Go Dancer e Off To The Races.

original

Lana ainda junta mais uma vez duas ideias: a de um bebê que precisa de sua mãe e de um drogado esperando a próxima dose, isso no trecho: “I need you like a baby”. O fato, na verdade, é que esse homem é um vendedor de Yayo, e Lana talvez precise das drogas para consumo. Isso mostra um pouco do porquê de eles estarem juntos, já que ele pode rapidamente fornecer drogas a Lana. E nesse ponto, quase no final da canção pode surgir a dúvida:tumblr_n9czrxwAb91r51ppzo1_500 “Será que esse casamento é apenas por interesse?”. Bom… Não se pode afirmar nada, mas isso se traduz no relacionamento de Lana, do mesmo modo que viciados em drogas ficam chapados e também em abstinência, ela tem consciência de que se esse relacionamento terminar será acompanhado de terrível abstinência e isso não será nada belo. Com isso, supomos que Lana se apaixonou completamente por esse homem ou pelas drogas que ele possuía, e não consegue enxergar um modo de viver sem ele, pois ele possui o que ela mais precisa: yayo.

Ao final da canção, Lana, só para variar, joga com as palavras em “You are a tunnel lined with yellow lights/ On a dark nite”. Nesse sentido, sente que sua visão de paraíso está se cruzando com um túnel escuro no meio da noite, em uma moto com seu motoqueiro. É como se ela nunca tivesse se sentido tão feliz, já que agora possui o que tanto almeja — fame, liquor, love and yayo. Rs! Com essa “luz no fim do túnel” presente, Lana sente que a sua solidão e os problemas de sua vida tendem a desaparecer. Contudo, a luz no fim do túnel também pode significar a morte. PORÉM, o túnel ainda pode significar que Lana esta chapada, pois a droga mantém as luzes amarelas acesas e isso faz a vida dela valer a pena. O amarelo também pode simbolizar que a vida dela não é tão pura quanto o branco (White Lines). Assim, o amarelo é a cor do otimismo e do prazer recorrente aos efeitos das drogas, mas é também uma cor de precaução e perigo.

tumblr_n32gm9XK2J1s3krtio1_500

Por fim, não tem como sabermos se Lana se casou quando jovem, usou drogas, foi dançarina, viveu essa aventura ou simplesmente a criou. O que importa é que a música é linda e sempre fico esperando o momento em que Lana canta “Dark Night” ao fundo. Essa canção pode estar piamente entre as melhores canções de Lana, senão umas das mais bem escritas, pois as suposições e as dualidades das palavras escolhidas são fabulosas.

Ps.: Eu, muito menos a equipe do LDRA, não fazemos apologia às drogas e ao sexo, apenas analisamos canções de Lana. Também não possuo o intuito de expô-la ou denegrir sua imagem, apenas tenho a intenção de trazer possíveis informações sobre uma canção de Lana Del Rey.

É isso. Beijos! Espero que tenham gostado.

tumblr_mkhya025lE1qhs55yo1_500

Por Pedro Bossonario

Pedro Bossonario
Estudante de enfermagem pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP, porém, Apaixonado por pinturas, livros, filmes, músicas, cantores, artistas, fotografia, tudo que envolva cultura. Gosta de criação e publicações de imagens e textos, então decidiu iniciar por uma de suas cantoras preferidas.
  • júlio Ary

    bela análise cara! está de parabéns.

  • Antonio Filho

    Acho que white lines significam as linhas que se faz com o pó de cocaína antes de inalar, não a pureza.

TOPO