• Marcos Henrique

    Concordo plenamente com sua análise, sem tirar e nem por. O engraçado é que tive essa mesma interpretação quando vi pela primeira vez. Pensamos iguais.