Lana já disse em entrevistas que primeiramente se considera uma escritora, e só depois uma cantora. Ela é fã de Walt Whitman, Nabokov e já declamou sua paixão pela Geração Beat no curta-metragem “Tropico” e em sua canção Brooklyn Baby. Então não é muito difícil querermos imaginá-la como uma escritora de fato, expondo livros deliciosos

Tagged under: , ,
TOPO