Damn You é dona de uma inocência rara das músicas de Del Rey. A canção é banhada com uma certa candura, tanto na melodia como na letra, que não é uma composição muito detalhista, mas deixa clara a presença de um amor que a deixou e/ou a traiu. Porém, ao invés de descrever uma tristeza

Tagged under: ,

O segundo album de Lana Del Rey e o que finalmente a levou ao mundo da fama, moldou o novo estilo de suas cancões, criando sua imagem de pin-up melancólica. A aceitação não só do publico como também da critica levou seus singles a diversas listas como número 1, e marcou a voz da cantora

Tagged under: ,

 

Angels Forever é com certeza uma possível continuação de Ride, pois as músicas se ligam em quase todos os quesitos do conjunto letra + melodia e, além disso, a música também faz menção a Ride em um de seus trechos.
Analisando primeiramente a melodia, a faixa segue a mesma linha de Ride, sendo composta por toques de

Tagged under: ,

RESENHA | Tropico: Em Busca do Paraíso

sexta-feira, 06 dezembro 2013 por

Para melhor desenvolver esta análise, vou me limitar a interpretação de seus aspectos filosóficos e culturais (abordarei seus aspectos musicais em colunas futuras, se não isso aqui vai ficar quilométrico), dividindo-a em três grandes momentos, com passagens a costura-los: Introdução, Body Electric, Gods and Monsters e Bel Air.
Num momento inicial, o primeiro contato com o

Tagged under: ,

Sexta-feira, dia oficial das postagens contendo “I feel so alone on a Friday night”, no entanto, decidi dar uma escapada dessa vibe Born To Die, para conversar sobre outra: Covers.
Aproveitando esta temática, decidi fazer uma análise geral sobre os covers da nossa querida Lana Del Rey, com um enfoque em Goodbye Kiss, Summer Wine e Chelsea

Driving in cars With Boys tem alguns dos tópicos preferidos de Lana em suas composições, a vida selvagem e a América. A letra descreve a vida da personagem que passou toda sua juventude curtindo e fazendo loucuras, sem se importar com as consequências de suas atitudes.
Alguns aspectos da letra mostram que a personagem está a beira

Hit and Run é uma das não frequentes músicas rápidas de Lana Del Rey. Composta por uma melodia dançante e uma letra ávida, a canção em si possui um marcante tom de poder.
A faixa fala sobre dinheiro e poder, citando grandes metrópoles, objetos e palavras que indicam luxo. Mas para sobreviver nesse mundo glamouroso, o casal

Tagged under: ,

On Our Way, apesar de possuir uma melodia bastante diferenciada do suposto padrão Del Rey, não se afasta muito do mesmo no quesito letra. A canção fala sobre amor e liberdade, mostra um relacionamento onde o sentimento faz a personagem se sentir finalmente livre, libertando-a de qualquer preocupação ou melancolia.
No início da música Lana faz

Tagged under: ,

Serial Killer, uma das minhas preferidas da Lana Del Rey, é uma canção bem clara tanto na letra como na melodia. A música se trata de uma mulher que faz, diariamente, homens ficarem loucs de amor por ela e depois os deixa. Ela se compara com um Serial Killer, por seguir sempre uma sequência ininterrupta

Tagged under: ,

 
Young and Beautiful é dona de uma melodia de caráter um pouco obscuro e de uma letra incerta. A música fala de um amor selvagem e incondicional, mas que guarda uma grande incerteza em suas entranhas: “will you still love me when I’m no longer young and beautiful?”.
A melodia e a voz de Lana dão

TOPO