A vida sombria de uma alma hollywoodiana é posta de tempos em tempos no mundo da música, transmitindo metáforas que brincam com o passado e um presente obscuro cheio de tempestades emocionais dentro de cada um. Terrence Loves You não se distingue nem um pouco disso, sendo uma das músicas mais profundas e emocionais

Se há uma canção que foi imensamente aguardada por todos os fãs de Lana Del Rey, essa canção sem dúvida alguma seria Music To Watch Boys To. Desde que o “Ultraviolence” foi lançado e a cantora comentou que já tinha ideias para um projeto seguinte — citando essa ideia de uma música em que ela

Foi em janeiro de 2015 que Lana Del Rey anunciou ao mundo o nome de seu quarto álbum de estúdio, “Honeymoon”. Após alguns meses, indícios demonstravam que Lana estava extremamente envolvida em seu novo trabalho: na rede social Instagram surgiu misteriosamente uma conta com o nome de “Honeymoon” e os dizeres “Welcome to my dark

Prontos para a segunda parte da nossa Iconic sobre T.S Eliot? Se você perdeu a primeira parte, nós falamos de como o poema Lune de Miel inspirou ‘Ultraviolence’ e ‘Honeymoon’ — você pode ler AQUI. E agora iremos falar de Burnt Norton e os três poemas que fazem parte dos Quatro Quartetos de Eliot, mostrando

        Não é novidade para os fãs de Lana Del Rey o quanto ela é uma grande fã de poesia, desde Walt Whitman a Allen Ginsberg, grandíssimos poetas que ela já fez questão de exaltar em suas obras — como a canção ‘Body Electric’ inspirada no poema de Whitman chamado “Eu Canto o Corpo Elétrico”

Há alguns dias, Lana lançou seu mais novo vídeo, e nos pegou desprevenidos mais uma vez. Toda sua estética está presente, seus filtros, a filmagem que dá um tom de amadora, seus vestidos já clássicos, suas músicas, uma arma (essa é novidade!) e as referências aos grandes clássicos do cinema. Apesar de ser uma canção

Bem, “Pawn Shop Blues” é uma das músicas mais significativas para mim, pois retrata momentos verdadeiramente escuros da vida de Lana e com os quais eu consigo me conectar bastante. É uma música realmente crua, e a primeira versão que temos é de 2006, de quando Lana participou da Williamsburg Live Songwriter Competition (WLSC) e,

Foram meses de uma espera que parecia nos consumir, mas finalmente, o carro chefe de “Honeymoon” — single de mesmo nome — da nossa rainha Lana Del Rey foi apresentado ao público.
Lizzy Grant, vulgo Lana Del Rey, cantora e letrista que teve que dar tudo de si para conseguir vingar com o seu belíssimo “tudo

Tagged under: ,

Quem gosta de Lana Del Rey e já procurou traduções de suas canções deve ter percebido o quanto elas fazem menções às drogas, por isso estamos aqui hoje: para discutirmos uma das músicas mais deliciosas da cantora, na qual é declarado seu amor por Yayo. Assim, pouco importa se Yayo está na voz de Lizzy

Vamos comemorar o mês de maio, porque além de ter começado a turnê “Endless Summer” – Verão Sem Fim – foi nesse mês, em 2012, que o álbum Sirens de Lana Del Rey vazou na internet e pudemos então conhecer um dos primeiros álbuns da cantora nova-iorquina. Porém, antes de tudo, é necessário compreendermos mais

TOPO