Primeiramente, devemos saber que Don’t Let Me Be Misunderstood é uma reinterpretação da canção originalmente gravada por Nina Simone em 1964, e tem sido regravada por vários outros artistas ao longo dos anos. Porém, não é novidade que Lana Del Rey traga em seu álbum alguma canção da cantora, já que no álbum Ultraviolence há The

Estamos diante da décima primeira faixa de Honeymoon, a mais longa do álbum com 06min e 05seg. Estou falando de The Blackest Day. Canção extremamente profunda e controversa ao título escolhido para esse álbum, afinal de contas, Lana sofre pelo término indesejado com um homem que partiu para algum lugar, ao invés de nos trazer histórias

Quem gosta de Lana Del Rey e já procurou traduções de suas canções deve ter percebido o quanto elas fazem menções às drogas, por isso estamos aqui hoje: para discutirmos uma das músicas mais deliciosas da cantora, na qual é declarado seu amor por Yayo. Assim, pouco importa se Yayo está na voz de Lizzy

Vamos comemorar o mês de maio, porque além de ter começado a turnê “Endless Summer” – Verão Sem Fim – foi nesse mês, em 2012, que o álbum Sirens de Lana Del Rey vazou na internet e pudemos então conhecer um dos primeiros álbuns da cantora nova-iorquina. Porém, antes de tudo, é necessário compreendermos mais

The Age of Adaline

quinta-feira, 23 abril 2015 por

Lana Del Rey estava tão sumidinha, mas no dia 21/04/2015 ela resolveu “botar a cara no sol” e apareceu nada mais nada menos do que com uma soundtrack – trilha sonora – do filme The Age Of Adaline (A Idade de Adaline ou A Incrível História de Adaline), cujo nome é Life Is Beatiful –

Sirens, Lana Del Rey A.K.A. Lizzy Grant, Born to Die, Born to Die – The Paradise Edition, Ultraviolence… Se Elizabeth Grant já possui uma coleção de álbuns, imagina a quantidade de músicas que essa mulher já compôs feat. cantou? Diante dessa infinidade musical, cada um de nós temos álbuns, músicas e cantores que marcaram determinadas

A metamorfose de Elizabeth Woolridge Grant
Eizabeth Woolridge Grant nasceu em Nova Iorque em 21 de junho de 1985. Atualmente, é cantora e conhecida pelo nome artístico Lana Del Rey. Há quem acredito que a mudança de nome foi inspirada na combinação da atriz Lana Turne e do carro Ford Del Rey, outros que ela criou

ANÁLISE | “POOLSIDE Short Film”

terça-feira, 10 março 2015 por

Quando falamos em Lana Del Rey, podemos notar em suas músicas e em todo o contexto que a envolve referências a músicos, filmes, livros, artistas e tantas outras pessoas e fatos do meio cultural e histórico. Por isso, não é de se estranhar que Lana já tenha participado de um curta metragem há alguns anos.

Naquele dia chuvoso ou sem nada para fazer, nada melhor do que colocarmos os filmes em dia. Então chamamos para nos acompanhar amigos, amigos de amigos, nossos familiares, e se precisar assistimos até sozinhos. Filmes sempre se encaixam bem em qual for a circunstância. Às vezes, estamos assistindo a um drama ou a um terror,

Quando falamos de Lana Del Rey, devemos saber que antes de adotar esse nome artístico de sucesso, Del Rey, por meio de pseudônimos, costumava se apresentar sem compromisso nos palcos dos clubes da cidade de Nova York e a frequentar boates de Brooklyn como nova cantora num cenário underground. Nessa época, Lana lançou duas canções

TOPO