Sean Ono Lennon falou sobre como foi trabalhar com Lana Del Rey à Paper Magazine

por / quarta-feira, 26 julho 2017 / Publicado emEntrevistas

Sean

Paper Mag: Você também trabalhou com Lana Del Rey no novo álbum dela, Lust For Life. Como isso aconteceu?
Sean Ono Lennon:  Eu estava produzindo o álbum do Insecure Men no meu estúdio e eu recebi um telefonema da Lana, o qual realmente me surpreendeu porque nós nunca nos encontramos, e eu sou um grande fã dela. Ela me ligou e disse “Eu tenho uma música na qual eu quero que você trabalhe comigo“. Eu disse “Claro!” e ela me enviou o você ao som de um violão e um órgão. Era bastante minimalista, mas a música já estava boa. Eu me lembro de pensar “A voz dela é tão linda e rica e bem texturizada que eu preciso conseguir um microfone melhor”. Eu estava muito assustado de cantar a mesma música que ela em um dos meus microfones zoados. Então eu liguei pra um amigo engenheiro e disse “Ouça, você tem que me ajudar, eu tenho que trabalhar nessa música amanhã ou depois de amanhã, eu preciso de um bom microfone”. E ele me colocou em contato com um amigo dele [que me deixou usar um microfone no qual o Johnny Cash já cantou].

Eu fiquei empolgado porque, na minha vida inteira, eu nunca me importei em ter um microfone bom porque eu nunca me considerei um cantor. Então eu cantei nesse microfone e pareceu que aquilo mudou minha vida. Eu nunca tinha ouvido minha voz soar tão boa.

Eu sentei e rearmonizei a música e toquei cada instrumento que eu podia pensar, baterias, percussão, baixo, guitarra, violão, teclado. Eu essencialmente mudei a música que ela me enviou, o que me deixou um pouco nervoso, mas não mudei porque não gostei do que ela havia feito antes, é que simplesmente não estava na mesma harmonia do que eu estava fazendo. Eu a enviei de volta pra ela e ela disse que estava perfeito! Logo de cara.

Eu não penso magicamente, tenho uma mente bastante científica, mas eu senti como se o universo estivesse me alcançando e me dando um bom presente porque isso realmente pareceu uma benção vinda do nada e eu estou muito feliz com isso.

Por Vrinda Jagota
Tradução por Raphaella Paiva

Redação LDRA
Down on the west coast. They got a saying...
Tagged under: ,
TOPO