“Felicidade é o principal objetivo da vida” Confira a prévia da entrevista de Lana Del Rey para a ELLE UK

por / quinta-feira, 11 maio 2017 / Publicado emEntrevistas

Elle UK

Em junho, Lana Del Rey é a estrela da capa da revista britânica Elle, que estará nas bancas no dia 16 de maio, onde participou de um photoshoot exclusivo fotografado por Thomas Whiteside e concedeu uma entrevista, onde falou sobre amor, sua música, sua vida e carreira e seu novo sentido de felicidade.

A cantora fala sobre o magnetismo sexual, amor e como ser feliz.
Felicidade é o principal objetivo da vida. Eu acho que é a única coisa que é importante.”

Em uma sincera entrevista para marcar o lançamento de seu incrível álbum novo “Lust For Life“, Lana Del Rey se abre para a Elle sobre ultrapassar as dificuldades em sua vida e carreira, para encontrar um novo sentido de felicidade.

Sobre quem Lana realmente é

Ela nos diz que sua persona de cantora famosa tornou-se menos um suporte para ela agora. “Eu sei que se eu tivesse mais de uma persona [antes], eu tenho menos de uma agora. E eu acho que se resume a ficar um pouco mais velha. Talvez eu precisasse de um visual mais forte ou algo para me apoiar. Mas eu sinto que não seria difícil para mim hoje fazer um mega show de jeans sem ensaiar e ainda sentir que estou fazendo a coisa certa.

Sobre o amor

Falando sobre se sentir mais positiva nesse momento de sua vida, ela nos diz, “Todas as coisas difíceis pelas quais eu passei – que eu usei [no meu trabalho] – não existem mais para mim. Nem todos os meus relacionamentos românticos foram ruins, mas alguns deles me desafiaram de um jeito que eu não queria ser desafiada e eu estou feliz por não ter de fazer isso agora.

Uma das lições que ela aprendeu é evitar os tipos de homem por quem ela era atraída no passado.

Para mim, o sonho é estar um pouquinho na beira, a sensualidade, o magnetismo, a camaradagem, estar na mesma página e todas essas coisas, mas sem a queda que vem de uma pessoa que é muito egoísta e só coloca suas necessidades em primeiro lugar, o que se parece muito com o vocalista de uma banda se estivermos falando de músicos!” (Lana já namorou Barrie-James O’Neill, o vocalista escocês da banda de alt-rock Kassidy.)

Eu vou escrever um livro um dia chamado ‘A maldição do vocalista e por que você sempre deve namorar um baixista’.”

Sobre sua música

Lana também fala sobre as influências em seu novo álbum, incluindo a política americana, “Eu acho que seria estranho estar fazendo um disco nos últimos 18 meses e não comentar sobre como [o cenário político] estava me fazendo ou as pessoas que conheço sentir, o que não é bom. Seria muito difícil se minhas opiniões não se alinhassem com o que muitas pessoas estão dizendo.

Sobre felicidade

Ela também enfatiza a importância de ser feliz e por que a sociedade precisa mudar. “Eu acho que a felicidade é o principal objetivo da vida. Eu acho que é a única coisa que é importante. Não há mecanismos de rotas para a felicidade, esse é o problema.

Eu acho que as pessoas são infelizes na escola – a estrutura educacional tem sido a mesma por muito tempo e as crianças ainda não estão satisfeitas com sua experiência educacional. E você não tem conversas o suficiente quando é jovem sobre o que torna um relacionamento satisfatório e mútuo. Essas experiências de vida coletivas – sua juventude, sua educação acadêmica e sua educação sobre negócios, casamento ou metas de relacionamento – todos eles levam à sua felicidade coletiva. Acho que a ênfase está nas coisas erradas e tem estado por muito tempo.

Por Lotte Jeffs
Tradução por Ana Luiza Guimarães

A entrevista completa estará disponível em 16 de junho, atualizaremos a tradução completa.

A edição de maio contará com duas capas, uma para o público geral e outra exclusiva para assinantes. Confira as fotos já divulgadas do ensaio em nossa galeria ou clicando nas imagens abaixo:

JaRgU-RqVXw  lY6-6EPIkWg

O site Standart divulgou outros dois trechos da entrevista em que Lana fala sobre como ela é num relacionamento e ‘God Bless America‘, nova música presente no álbum Lust For Life:

Eu realmente sou a melhor namorada porque eu só entro em um relacionamento se estiver muito animada com ele. Eu sou incondicionalmente compreensiva, muito amorosa e gosto de passar muito tempo com a pessoa.

Eu escrevi God Bless America [uma faixa do álbum] antes das Marchas das Mulheres, mas eu podia prever que elas iriam acontecer… Eu percebi que muitas mulheres estavam nervosas sobre as contas que poderiam ser aprovadas e as afetariam diretamente. Então sim, é uma resposta direta em antecipação do que eu achei que iria acontecer, e o que aconteceu.

Redação LDRA
Down on the west coast. They got a saying...
TOPO