The Age of Adaline

por / quinta-feira, 23 abril 2015 / Publicado emAnálises, Colunas

Destaque 2

Lana Del Rey estava tão sumidinha, mas no dia 21/04/2015 ela resolveu “botar a cara no sol” e apareceu nada mais nada menos do que com uma soundtrack – trilha sonora – do filme The Age Of Adaline (A Idade de Adaline ou A Incrível História de Adaline), cujo nome é Life Is Beatiful – A Vida é Bela. Tudo começou com uma imagem postada por Lana Del Rey em seu instagram, na qual observamos o rosto de uma mulher, a personagem protagonista que fará Adaline, Blake Lively, a queridinha de Gossip Girl. Como legenda da foto podíamos ler: “If you want to see a beatiful movie– watch The Age of Adaline.” – Se você quer assistir a um filme bonito—assita A idade de Adaline.

Insta

 Contudo, as publicações não param por ai, porque no dia 22/04/2015 ela postou pequenos trechos do trailer do filme em seu Instagram. Para melhor entendermos a conexão entre a canção e o longa metragem, vamos analisar a letra musical:

Don’t be that way

Don’t you pretend

You’re not awake

Your souls on fire

I don’t believe

This is the end

Come on boy lets go

We can live alone

We don’t have to fake

We we’re going

We can go anywhere

We can go anywhere

Right now

Life is still so beautiful

Não seja assim

Não finja

Você não está desperto

Suas almas em chamas

Eu não acredito

É o fim

Vamos, cara, vamos

Podemos viver sozinhos

Não precisamos fingir

Estamos indo

Podemos ir a qualquer lugar

Podemos ir a qualquer lugar

Agora

A vida ainda é tão bonita

Estrela

Inicialmente a canção pode parecer simplesmente de uma garota apaixonada por um boy, mas não, a articulação ultrapassa nossas percepções,  e ao procurar a sinopse do filme me deparei com uma nota de 7,5 no IBDm. Na descrição continha os seguintes dizeres em inglês, traduzidos por nosso querido administrador Alexandre:

Blake “Após milagrosamente continuar tendo 29 anos de idade por quase oito décadas, Adaline Bowman teve uma existência solitária, nunca permitindo a si mesma se aproximar de quem poderia revelar seu segredo. Mas um encontro casual com o carismático filantropo Ellis Jones reacende sua paixão pela vida e pelo romance. Quando um final de semana com os pais de Ellis ameaça trazer a tona a verdade, Adaline toma uma decisão que irá mudar sua vida para sempre.”

 Continuam as informações de forma mais sintética ainda…

 “Uma jovem mulher, nascida na virada do século 20, é surpreendida com a eternidade depois de um acidente. Depois de anos levando uma vida solitária, ela conhece um homem que pode valer a pena e que faça-a perder sua imortalidade.”

 Com a tradução da música e da sinopse do filme, já dá para perceber o encaixe perfeito entre essas duas obras culturais, que com certeza será sucesso absoluto, pois na canção, temos Lana cantando sobre uma mulher que quer viver com um rapaz, e no filme observamos uma jovem que também luta contra uma maldição para realizar seu desejo de se apaixonar por um homem.

Por fim, The Age of Adaline é um filme estadunidense de drama romântico e fantasioso, dirigido por Lee Toland Krieger e escrito J. Mills Goodloe e Salvador Paskowitz. Nele estrelará além de Blake Lively, Michiel Huisman, Kathy Baker, Amanda Crew, Harrison Ford, e Ellen Burstyn. Nos Estados Unidos, o filme será lançado em 24 de abril de 2015, em Portugal em 30 de abril de 2015 e no Brasil em 28 de maio do mesmo ano.

images

Por Pedro Bossonario

Pedro Bossonario
Estudante de enfermagem pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP, porém, Apaixonado por pinturas, livros, filmes, músicas, cantores, artistas, fotografia, tudo que envolva cultura. Gosta de criação e publicações de imagens e textos, então decidiu iniciar por uma de suas cantoras preferidas.
  • Raphael Lucas

    kero

  • Karina López Salazár

    Tenho recomendado este filme muito, especialmente para o desempenho de Amanda Crew, que deixou o Vale do Silício, um dos melhor série para os geeks que foram definidos.

  • João Vianini

    Assisti hoje. Tão perfeito!

  • júlio Ary

    até hoje eu espero essa canção!

TOPO