Kim Gordon muda o trecho de seu livro em que desrespeitava Del Rey

por / quarta-feira, 25 fevereiro 2015 / Publicado emNotícias

IMAGEM POST LDRA

Na semana passada, Kim Gordon – ex-integrante da banda Sonic Youth – foi infeliz ao lançar trechos de sua autobiografia “Girl in a Band” em que falava de Lana Del Rey de maneira rotulada e desrespeitosa sobre a falta de incentivos “feministas” em sua música. Na versão final do livro publicado ontem (24/02), no entanto, ela mudou algumas frases e conseguiu expor sua opinião sem ser desrespeitosa. Confira as duas versões.

Primeira versão:

“Hoje temos pessoas como Lana Del Rey, que nem sabem o que é feminismo, que acreditam que as mulheres podem fazer tudo o que querem, o que, em seu mundo, é flertar com a autodestruição, seja dormindo com homens mais velhos nojentos ou sendo estuprada por um grupo de motociclistas. Seria bacana receber pagamento e tratamento iguais. Naturalmente é só uma persona, se ela realmente acredita que é bonito quando jovens músicos entram em uma espiral de drogas e depressão, por que ela não se liberta dela mesma?”

Versão final:

“Hoje temos pessoas como Lana Del Rey, que nem sabem o que é feminismo, que acreditam que as mulheres podem fazer tudo o que querem, o que, em seu mundo, é flertar com a autodestruição, seja dormindo com homens mais velhos nojentos ou sendo uma momentânea rainha motociclista. Seria bacana receber pagamento e tratamento iguais. Naturalmente é só uma persona, se ela realmente acredita que é bonito quando jovens músicos entram em uma espiral de drogas e depressão, ou isso é apenas sua persona?”

Bem mais educada, não? Pelo jeito ela interpretou o clipe Ride melhor dessa vez e se deu conta que – assim como um ator não é seu personagem e um escritor não é seu narrador – um cantor também não é seu eu-lírico. Obrigada por repensar, Kim.

E você, o que achou dessa mudança?

Redação LDRA
Down on the west coast. They got a saying...
Tagged under: , ,
  • nariiii

    jamais comprarei esse tal livro, pra mim ou ela queria chamar atençao ou seu intelecto e baixo mesmo.

TOPO