ANÁLISE | Serial Killer: uma canção sublime em todos os quesitos

por / sábado, 03 agosto 2013 / Publicado emAnálises, Colunas

SERIAL-KILLER

Serial Killer, uma das minhas preferidas da Lana Del Rey, é uma canção bem clara tanto na letra como na melodia. A música se trata de uma mulher que faz, diariamente, homens ficarem loucs de amor por ela e depois os deixa. Ela se compara com um Serial Killer, por seguir sempre uma sequência ininterrupta de conquistas e ser uma assassina do amor com seus atos imorais.

A letra é bem literal, ela descreve claramente suas ações e emoções desde o momento que encontra um homem ao instante em que o deixa, revelando tanto os seus reais sentimentos como os que mostra para seu amante. A melodia flui de acordo com os estágios da letra, começa calma, quando ela ainda está falando sobre encontrar seu verdadeiro amor, e vai se tornando mais complexa e dançante quando ela começa a revelar suas reais intenções. A voz de Lana complementa a melodia com detalhes teatrais que se encaixam perfeitamente na estética da música.

Serial Killer é uma canção sublime em todos os quesitos, pois forma um estupendo conjunto de letra atraente e melodia envolvente.

 Por Bruna Barcelos

Redação LDRA
Down on the west coast. They got a saying...
Tagged under: ,
TOPO