‘A faixa provavelmente jamais veria a luz do dia se a participação entre ela e A$AP não tivesse ficado tão boa’, confira a entrevista que o duo KickDrums concedeu à MTV Hive em que falam sobre ‘Ridin’

por / terça-feira, 03 abril 2012 / Publicado emEntrevistas

 

MTV Hive kickdrums

KickDrums fala sobre a colaboração entre Lana Del Rey e A$AP Rocky

Lana Del Rey e A$AP Rocky deixaram a internet meio ensandecida ontem quando surgiu um footage de uma música que eles fizeram juntos. Intitulada “Ridin”, a faixa foi produzida por um duo do Brooklyn, os KickDrums (Alex Fitts e Matt Penttila), incluindo a afetuosa ligação de Rocky chamando Lana de “minha vadia”, e foi elogiado por ter um mixtape gratuito do single liderando o Follow The Leaders de hoje. Mas então houve a controvérsia! Literalmente uma hora antes da data de lançamento do projeto ao meio-dia, “Ridin” foi misteriosamente tirada da tracklist. Então o Hive correu para ligar para Fitts a fim de descobrir o que aconteceu com o encontro musical perdido entre Lana e Rocky.


Phillip Mlynar: Por que “Ridin'” foi tirada da mixtape?
KickDrum: Bem, tivemos como um consenso geral ir em frente e vazar a música. Eu não acho que mesmo as pessoas envolvidas tinham alguma ideia que isso teria tanto impacto em tão pouco tempo. Mas A$AP realmente queria usar isso pro seu álbum e mesmo amando a música e estando animados por lançá-la, nós ficamos desapontados por ela não ter sido lançada, e temos que respeitar isso. Se ele quer colocá-la no álbum, é isso.

PM: Quando você ouviu que A$AP Rocky queria manter “Ridin'” pro álbum dele?
KD:
 Nós não ouvimos coisa alguma da gravadora até literalmente uma hora atrás. Basicamente, A$AP veio para gravar a mixtape, então tivemos a música pronta e todos a amaram. Na última vez que conversamos ele estava tipo “Vocês podem usar a música pra mixtape de vocês e eu também vou usá-la pro meu álbum. Tá tranquilo assim?” Nós achamos isso perfeito. Depois quando toda a imprensa veio [ontem] foi que a gravadora entrou em cena.

PM: De quem foi a ideia de ter o par Lana Del Rey e A$AP Rocky?
KD:
 Foi minha ideia.

the-kickdrumsPM: Os dois artistas concordaram com a ideia da colaboração?
KD: O lance sobre isso é que eu tinha gravado a música com Lana Del Rey separadamente e isso ficou em aberto; ela estava trabalhando no álbum dela e o álbum tomou uma direção diferente então eu tinha a música e falei “Bem, o que eu posso fazer com isso pra tornar a música algo que esteja no topo sem ser só algo de Lana Del Rey no ritmo do Kickdrums?” A faixa provavelmente jamais veria a luz do dia se a participação entre ela e A$AP não tivesse ficado tão boa. Então, sim, tudo estava bem até literalmente hoje. Mas eu acho que é o jeito que as coisas são.

PM: A$AP Rocky e Lana Del Rey soam naturais juntos na música.
KD:
 É por isso que estávamos tão animados sobre isso, porque você tem dois artistas diferentes… Quero dizer, ela é fã de hip-hop e ele é fã dela, e a batida se desenvolveu de uma forma que aproximou os dois. Na verdade essa foi a ideia de toda a gravação, a flexão entre os gêneros que nós como Kickdrums naturalmente fazemos, porque nós crescemos com um monte de influências diferentes, como ouvir tudo desde Nirvana até Pink Floyd, de Radiohead a Dr. Dre e Jay-Z. Nós meio que simplesmente caímos na produção hip-hop. Eu não diria que foi por acidente, mas eu sempre estaria em bandas e Matt sempre seria um DJ de música eletrônica, então nós sempre fizemos um som diferente. Depois nós lançamos um CD de batidas e 50 Cent acabou usando uma das faixas pro álbum dele [“When Death Becomes You” com a participação do M.O.P da trilha sonora de ‘Morra Rico ou Continue Tentando’]. E a partir daquele momento nós meio que ficamos conhecidos como produtores de hip-hop.

PM: O footage pra gravação de “Ridin'” mostra muita erva sendo fumada. A$AP Rocky desmaiou em algum momento?
KD:
 Ha ha, é. Ah, ele estava em uma turnê turbulenta. Ele tinha acabado de chegar em Nova York depois de 30 dias na estrada, ele veio pro estúdio, bateu na porta e nós estávamos fumando muito, então ele simplesmente desmaiou.

PM: Que artista fumou mais erva durante as sessões de gravação então?
KD:
 Oh, cara, essa é uma pergunta difícil. Eu diria que A$AP e A$AP Mob estavam fumando muito, o [Mr. Muthafuckin’] eXquire estava fumando muito, e, deixe-me ver… Bem, basicamente todo mundo, mas esses dois em particular. Oh, e Freddie Gibbs, ele pode fumar como um louco!

PM: Falando no eXquire, ele acabou de assinar um contrato com uma gravadora maior. O quão distante do mainstream você acha que o som dele pode chegar?
KD:
 Mano, aquele cara é incrível, ele é divertido pra cacete! Quero dizer, ele passeava pelo estúdio, era muito legal e é um rapper incrível. Espero que ele continue fiel ao som que ele tem feito nos últimos anos porque é muito natural e é pra isso que as pessoas foram feitas. Ele tem uma ótima personalidade — é assim que ele vai vencer. Eu não sei quanta pressão ele está tendo que encarar para mudar [seu som], mas se eu o conheço, eXquire não vai mudar. Ele e A$AP são os novos embaixadores de Nova York, fazendo música como Wu-Tang, e os hits virão dessa forma. A indústria está preparada pra mais coisas criativas. Há esse lado das coisas como o Justin Bieber que vende muitos CDs, mas há muitas pessoas como Danny Brown onde [eles] estão indo muito bem sem realmente mudar seu som. Eles podem não chegar a tocar em alguma rádio, mas as gravadoras estão começando a abraçar essa ideia e tentar fazer isso funcionar. Eu acho que esse é um momento muito positivo para a música em geral.

 

Por Phillip Mlynar
Tradução por Raphaella Paiva

 

Baixe a mixtape “Follow The Leaders” clicando aqui e ouça aqui:


Redação LDRA
Down on the west coast. They got a saying...
Tagged under: , , ,
TOPO