Bradley Soileau concede entrevista ao site MTV Hive e fala sobre como foi trabalhar com Lana Del Rey em ‘Born To Die’

por / sexta-feira, 16 dezembro 2011 / Publicado emEntrevistas

Bradley

Conheça Bradley Soileau, namorado de Lana Del Rey em Born To Die

 

Quando saiu o teaser do videoclipe “Born To Die” de Lana Del Rey no início de Dezembro, nós ficamos bastante curiosos sobre o jovem rapaz que fazia de seu namorado no vídeo. Suas tatuagens o fazem parecer sedutoramente difícil e muito foda, apesar de uma, localizada no seu polegar, dizer o contrário. E torna-se a mesma figura misteriosa que tem um papel de destaque no vídeo oficial de “Born To Die“. O amor de Lana Del Rey nas telas é Bradley Soileau, um modelo Nova-Iorquino de 25 anos que já apareceu na Vogue Japão e em muitas outras revistas de moda. Soileau nunca atuou antes em algo deste gênero, mas agora ele encontra-se no “meio e em frente” do mundo de Del Rey.

Nós encontramos Soileau e falamos com ele sobre suas experiências de gravação de “Born To Die”, trabalhar com Del Rey e o que a tattoo na sua testa significa.

 

Mike Ayers: Como é que você se encontrou com Lana Del Rey?
Bradley Soileau:
Há essa revista chamada “The Wild”. Era uma revista online e eles tiveram uma festa na noite passada pela sua primeira edição impressa e eu estou nessa primeira edição impressa. Este fotógrafo que me fotografou para a revista é amigo de Yoann, o diretor do clipe. Yoann esta tipo “E aí? Estamos filmando este vídeo e eu preciso de um garoto tatuado”, e [este fotógrafo] tinha acabado de me fotografar e disse “E aí? Eu tenho esse modelo e ele é um garoto tatuado. Aqui tem algumas fotos.” Ele disse que seria gravado em Nova York. Eles se reuniram com o meu agente e disseram “Sim, nós queremos gravar com ele” [Mas] eles foram para Paris, e eles tiveram em vez disso um casting. E a Lana por acaso viu algumas fotos e me escolheu.

MA: Então ela escolheu você? O rapaz tatuado?
BS:
Yup.

MA: O rapaz tatuado vence de novo. A coisa toda foi gravada em Paris?
BS:
Sim, foi lá, desculpem isso, provavelmente vou  errar isso… Château de Fontainblue? Eu não sei, é um castelo de 700 anos. É a uma hora e meia de Paris.

MA: E quanto tempo demorou?
BS:
Durou 3 dias. A parte em que ela está na catedral com os tigres e tal, foi só um dia. Eu não estava lá. No dia seguinte começamos a gravar o resto. Gravei durante 2 dias e foi tipo, 13-14 horas todos os dias que gravamos.

MA: Parece haver um pouco de história no seu personagem no vídeo mas parece algo que não foi explicado. Quem é este rapaz?
BS:
Ok, a história. Eu sou o namorado dela. É basicamente tipo, o namorado, você consegue ver os dois lados da relação onde eu estou beijando ela, e depois apontando uma arma na cabeça dela. É isso. É uma relação terrível mas nenhum dos dois quer acabar. E é por isso que quando ela está no carro, e ela limpa o vidro, ela parece meio zangada, distante, pensativa. Mas eu continuo a tentar chamar-lhe a atenção. A história é tipo isso.

MA: Como é que você “entrou” no papel? Você já tinha atuado antes?
BS:
Eu estava muito nervoso no início porque eu nunca atuei, mas eles meio que “aumentaram” a minha confiança antes de eu entrar. Eles diziam “E aí? Não tem problema em filmar cenas íntimas no quarto?” E eu estava tipo “Eu vou fazer sexo falso com esta garota?” Eu nem conseguia imaginar isso, eu estava pirando um pouco. Todo mundo foi muito simpático, me senti muito bem. Não custou nada entrar no personagem. Eles estavam tipo “Dê uns amassos nela e seja simplesmente você” Eu disse ok, eu conseguia fazer as duas coisas, eu já tinha feito ambas na vida real.

MA: Há um monte de amassos. A internet é obcecada com os lábios dela, você já tinha reparado nisso?
BS:
Sim, eu sabia. Obcecados.

MA: Eles são reais? São bons? Qual é a sua conclusão?
BS:
Ela disse que são reais, e eu não posso dizer nada contra isso, não sou eu, você entende o que estou dizendo? Eles pareceram bastante reais para mim. Eu já beijei garotas com lábios falsos, e estes não são em minha opinião. Eu sei que todo mundo é obcecado por ela ter feito uma operação plástica, e se você se sentar e olhar- maquilhagem, e mais dinheiro atrás dela agora, as sessões fotográficas são melhores, tudo vai parecer melhor comparado ao que era na época em que ela era Lizzy Grant. Não parecia bom, eles não tinham um monte de dinheiro com eles. Mas é incrível como uma pessoa se parece quando tem dinheiro, comparado com o que era quando não tinha. Se você olhasse para mim na vida real e se você olhasse para mim “como modelo”, eu pareço uma pessoa diferente. E eu não fiz nenhuma operação plástica. As pessoas são obcecadas pelas coisas erradas. Deviam estar obcecadas com a voz dela e a sua música porque é bastante incrível. Mas todo mundo tem que transformar algo mau de algo belo. Todo mundo vai odiar e dizer o que quiser dizer. Então é tipo, okay. Tanto faz.

MA: Você tem uma tatuagem em seu peito que diz “Refuse to Lose”? (recuso a perder)
BS:
Sim.

MA: E uma na sua testa?
BS:
Sim. Todas as tatuagens são reais.

MA: E o que diz a da sua testa?
BS:
Diz “War inside my head” (querra dentro da minha cabeça) É uma música do Suicidal Tendencies.

MA: Você parece bastante meigo na cena de abertura com a bandeira sem camisa e com o polegar acariciando-a.
BS: Era isso que eles queriam! Eles queriam amantes-tenros se acariciando. Foi o que eu lhes dei.

MA: Você realmente deu. Senti que essa poderia ter sido a parte mais difícil de gravar.
BS:
Não, isso foi fácil, eu só fiquei lá e fechei os olhos. Eles estavam tipo “Hey, fica aí nesse box” e eu era muito mais alto que ela e a sua cabeça estava no meu peito. Portanto sim, fechei meus olhos e acariciei a cabeça dela e pensei “Ok, esta é a coisa mais fácil de todas”.

MA: Mas não tinha um monte de gente vendo você fazendo isso?
BS:
Todos os meus amigos estavam tipo “Hey, você não teve uma ereção?” Não! Estavam lá 50 pessoas, luzes fortes e enquanto estávamos no carro havia um walky-talky pousado ao nosso lado e Yoann gritava “Mais língua!” e merdas do tipo. Havia muita diversão ocorrendo.

MA: Havia tigres neste vídeo. Você interagiu com eles?
BS:
Eu não estava lá nesse dia. Eu devia estar lá nesse dia mas eu tive problemas com meu passaporte por isso sim… eu faltei esse dia.

MA: Eles pareciam tigres bem charmosos
BS:
Na verdade só havia um tigre.

MA: Um tigre?!
BS:
Sim, eles espelharam ele.

 

 

Por Mike Ayers
Tradução por Rita Miranda

 

Redação LDRA
Down on the west coast. They got a saying...
TOPO